AgriculturaAgronegócio

Agronegócio Notícias – Mapa publica zoneamento agrícola do feijão 2ª safra para 2021/2022

2 Minutos de leitura
Imagem/Freepik

Seguir as recomendações do Zarc é obrigatório para o produtor ter acesso aos benefícios do seguro rural e Proagro

 

Foram publicadas no Diário Oficial da União as portarias com o Zoneamento Agrícola de Risco Climático (Zarc), ano-safra 2021/2022, para a cultura do feijão de segunda safra. As Unidades da Federação com indicação de plantio são: Acre, Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio de Janeiro, Rondônia, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe, São Paulo e Tocantins.

O feijoeiro comum (Phaseolus vulgaris L.) tem grande importância econômica e social. Pelas características de seu ciclo é uma cultura apropriada para compor desde sistemas agrícolas intensivos, altamente tecnificados, até aqueles com menor uso tecnológico, principalmente de subsistência.

Parâmetros climáticos                               

A temperatura do ar tem grande influência na produção e produtividade do feijoeiro. Temperaturas elevadas ou baixas, em especial no período de florescimento e frutificação, são prejudiciais à cultura. O rendimento do feijoeiro é também afetado pela condição hídrica do solo, sendo que a deficiência hídrica pode reduzir a produtividade em diferentes proporções, de acordo com as diferentes fases do ciclo da cultura, principalmente nos períodos de florescimento e início de formação das vagens. O excesso de chuvas durante o período de colheita é altamente prejudicial à cultura.

Para que serve o Zarc?

O zoneamento tem o objetivo de reduzir os riscos relacionados aos problemas climáticos e permite ao produtor identificar a melhor época para plantar, levando em conta a região do país, a cultura e os diferentes tipos de solos.

O modelo agrometeorológico considera elementos que influenciam diretamente no desenvolvimento da produção agrícola como temperatura, chuvas, umidade relativa do ar, ocorrência de geadas, água disponível nos solos, demanda hídrica das culturas e elementos geográficos (altitude, latitude e longitude).

Os agricultores que seguem as recomendações do Zarc estão menos sujeitos aos riscos climáticos e ainda poderão ser beneficiados pelo Programa de Garantia da Atividade Agropecuária (Proagro) e pelo Programa de Subvenção ao prêmio do Seguro Rural (PSR). Muitos agentes financeiros só liberam o crédito rural para cultivos em áreas zoneadas.

Informações: MAPA

701 matérias

Sobre o autor
Redação. Os conteúdos publicados no Portal Agronegócio Notícias são de responsabilidade dos seus autores e não refletem necessariamente a opinião do veículo, sendo todo material de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores como textos e imagens.  É também assegurado a todos o acesso à informação e resguardado o sigilo da fonte, quando necessário ao exercício profissional conforme o Inciso XIV do Artigo 5 da Constituição Federal de 1988.
Matérias
Conteúdos relacionados
Agricultura

Agronegócio Notícias - Zoneamento agrícola de risco climático é publicado com destaque para regiões Norte e Nordeste

As culturas foram: milho de 1ª safra, consórcio milho com braquiária e algodão herbáceo   Foram publicadas no Diário Oficial da União …
AgriculturaBrasilGoiás

Agronegócio Notícias - Com expressiva procura do público, curso de produção de bioinsumos terá outras turmas

O consumo de bioinsumos pelos produtores brasileiros é quase o dobro em comparação à média mundial O cultivo de morangos de Adriano…
AgronegócioEconomia

Agronegócio Notícias - Exportações do agronegócio atingem US$ 10,9 bilhões em agosto

Somente em 2013, as exportações brasileiras do agro tinham alcançado a marca para o mês. Alta dos preços no mercado externo favoreceu…

Deixe um comentário