Brasil

Agronegócio Notícias – Mapa reforça parceria com a Universidade Federal de Viçosa (UFV)

4 Minutos de leitura
Imagem/Freepik

A ministra Tereza Cristina conheceu projetos de inovação tecnológica e capacitação profissional desenvolvidos pela instituição de ensino com apoio do Mapa

Em visita realizada à Universidade Federal de Viçosa (UFV), em Minas Gerais, a ministra Tereza Cristina reforçou a parceria do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) com a instituição de ensino em projetos voltados para o desenvolvimento do campo por meio da ampliação de inovações tecnológicas no meio rural, promoção da regularização ambiental, realização de residência profissional agrícola e fomento ao cooperativismo e associativismo.

Na instituição, Tereza Cristina visitou o Laticínio Escola – Produtos Viçosa, que está completando 50 anos. O ambiente possui papel fundamental no cumprimento das atividades acadêmicas da UFV, servindo como laboratório para o ensino, pesquisa, extensão e inovação, colaborando com o desenvolvimento e aprendizagem dos alunos, que têm a oportunidade de vivenciar na prática conteúdos acadêmicos. Anualmente, participam das atividades 1.500 estudantes, 50 instituições de ensino de diversas localidades do Brasil e 40 estagiários.

O Laticínio Escola é uma referência no Brasil e no exterior por mostrar que é possível associar conhecimento e produção industrial com a aplicação de recursos para gerar mais receita em benefício acadêmico, além de produzir tecnologia inovadora e fomentar o desenvolvimento do mercado.

Na sequência, a ministra participou da inauguração do prédio Animal Housing, no Departamento de Zootecnia da universidade. A unidade conta com laboratório de metabolismo de grandes e pequenos ruminantes, laboratório de composição corporal e densitometria em tempo real e outros espaços que irão proporcionar o aumento na quantidade e qualidade de dados de pesquisa, permitindo avanços e inovações nas áreas de nutrição e melhoramento animal e zootecnia digital.

A ministra destacou a importância de iniciativas como essa para a evolução do agro brasileiro. “A digitalização chegou muito antes do que pensávamos. Chegou para valer, para ficar. Agora temos que nos adaptar e fazer cada vez melhor”.

Acompanharam a ministra na visita o diretor de Cooperativismo e Acesso a Mercados do Mapa, Márcio Madalena; o superintendente Federal de Agricultura em Minas Gerais, Marcílio Magalhães; o reitor da UFV, Demetrius David da Silva; a vice-reitora, Rejane Nascentes; o pró-reitor de Extensão e Cultura, José Ambrósio Ferreira Neto; a chefe do Departamento de Zootecnia, Renata Veroneze; e o diretor do Centro de Ciências Agrárias, Mário Chizzoti.

Parceria

A integração entre atividades de ensino, pesquisa e políticas públicas, potencializada por alianças estratégicas com as universidades, favorece a disseminação do conhecimento e da inovação. Nesse sentido, o Mapa desenvolve diversas ações em parceria com a UFV.

O reitor da UFV, Demetrius David da Silva, ressaltou que existem oito projetos na Universidade com apoio do Mapa, totalizando R$ 38 milhões. ” É a oportunidade de capacitação dos nossos estudantes, que são o pulsar da nossa Universidade”.

Uma deles é o Propaga Palma, iniciativa que está implantando, no âmbito do Projeto Dom Helder Câmara (PDHC), bancos de mudas com a finalidade de disseminação de palma forrageira resistente à Cochonilha do Carmim, uma praga que causa sérios danos à cultura. As mudas serão distribuídas para 660 agricultores em situação de extrema pobreza no Semiárido Brasileiro. O projeto conta com o apoio do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) e da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf).

Outra iniciativa conjunta ocorre no âmbito do programa AgroResidência, do Mapa, que custeia três projetos de residência profissional agrícola coordenados pela UFV. As atividades promovem a qualificação de 36 jovens estudantes e recém-egressos dos cursos de ciências agrárias e afins, nas áreas de pecuária leiteira, recursos humanos, agronomia, engenharia agrícola e ambiental e engenharia de alimentos. Alguns participantes do programa já conseguiram uma vaga de trabalho em empresas do setor agropecuário.

Já o projeto “Sistemas agroambientais em assentamentos rurais: da regularização ambiental ao desenvolvimento econômico dos assentamentos da reforma agrária” é fruto de parceria entre o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e a UFV. A iniciativa visa a regularização ambiental de 85 assentamentos rurais, com cerca de 9.400 famílias. Para isso, a universidade tem realizado coletas de dados em assentamentos reconhecidos pelo Incra, nos estados de Alagoas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará e Pernambuco. Foram feitas aproximadamente 5.700 coletas, que, atualmente, têm dado subsídios aos processos de titulação de terras.

Com o objetivo de fortalecer o sistema associativista e cooperativista da agricultura familiar, o projeto Cooperativismo SAF/UFV oferece cursos de capacitação e compartilha conhecimentos em gestão de empreendimentos coletivos e acesso a políticas públicas. Já o projeto Lácteos SAF/UFV prevê a capacitação de técnicos do Poder Público e de cooperativas da agricultura familiar para produção artesanal de leite e derivados com o curso “Da Propriedade Rural à Segurança Alimentar e Nutricional do Consumidor”.

A UFV também é parceira do Mapa no processo de transição da Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) para o Cadastro Nacional do Agricultor Familiar (CAF). A universidade está preparando cursos na modalidade Ensino a Distância (EaD) para capacitar cerca de 800 agentes emissores do CAF até o final de 2022.

Após a apresentação dos programas, a ministra afirmou que uma das prioridades do Mapa é levar conhecimento e assistência técnica para pequenos produtores, principalmente do Nordeste. “Eles têm mais dificuldade de acesso a tecnologias. São pequenos agricultores que vivem na área rural, mas hoje não conseguem produzir. Todos os programas que temos junto com vocês vão nesse sentido”.

 

 

Informações: MAPA

701 matérias

Sobre o autor
Redação. Os conteúdos publicados no Portal Agronegócio Notícias são de responsabilidade dos seus autores e não refletem necessariamente a opinião do veículo, sendo todo material de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores como textos e imagens.  É também assegurado a todos o acesso à informação e resguardado o sigilo da fonte, quando necessário ao exercício profissional conforme o Inciso XIV do Artigo 5 da Constituição Federal de 1988.
Matérias
Conteúdos relacionados
BrasilMundo

Agronegócio Notícias - No G20, ministra Tereza Cristina defende mais recursos para práticas inovadoras e sustentáveis no agro mundial

A ministra participou da sessão “Pesquisa como força motriz da Sustentabilidade”. No evento, em Florença, na Itália, Tereza Cristina destacou que os…
BrasilGoiás

Agronegócio Notícias - Frutas e produtos cárneos despertam interesse no mercado da irradiação de alimentos

A aplicação dessa tecnologia para a conservação dos alimentos foi apresentada durante o Seminário sobre Irradiação de Alimentos Empresas que atuam com…
BrasilGoiás

Agronegócio Notícias - Inscrições para chamada pública para a maior feira de orgânicos do mundo são prorrogadas até 22 de setembro

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) prorrogou até o dia 22 de setembro o prazo para inscrições na chamada pública…

Deixe um comentário