AgronegócioBrasilDestaqueEconomiaManchetesNotícias

Agronegócio Notícias – Programa Bioeconomia Brasil – Sociobiodiversidade é apresentado no Lufro

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), por meio da Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo (SAF), apresentou nesta quarta-feira (2), o Programa Bioeconomia Brasil – Sociobiodiversidade para o público do 25º Congresso Mundial da União Internacional de Organizações de Pesquisa Florestal (Iufro, da sigla em inglês). Participantes de diversos países estiveram presentes no “Espaço Brasil” para conhecer a iniciativa do governo federal que visa fortalecer as cadeias produtivas que utilizam os recursos naturais de forma sustentável e consciente.

O programa tem como objetivo promover a estruturação de sistemas produtivos com base no uso sustentável dos recursos da sociobiodiversidade e do extrativismo, e também na produção e utilização de energia a partir de fontes renováveis. De acordo com o coordenador-geral de Extrativismo da SAF, Marco Aurélio Pavarino as florestas oferecem produtos variados e de alta qualidade, como frutos, fibras e plantas medicinais, que, quando valorados, podem levar benefícios à comunidade.

“O Programa está totalmente conectado com a bioeconomia da floresta. Os produtos florestais não madeireiros têm um potencial incrível de geração de renda, melhoria da qualidade de vida das populações rurais e, o mais importante, com sustentabilidade e manutenção dos recursos naturais. Neste congresso mundial reafirmamos as parcerias com o Serviço Florestal Brasileiro e a Companhia Nacional de Abastecimento, para a execução do nosso Programa”, destacou Pavarino.

Programa

Lançado em maio pelo Mapa, o Bioeconomia Brasil – Sociobiodiversidade busca promover a parcerias entre o poder público e o setor empresarial, com o objetivo de de ampliar a participação dos pequenos agricultores, agricultores familiares, povos e comunidades tradicionais e seus empreendimentos nos arranjos produtivos e econômicos que envolvam o conceito da bioeconomia.

O programa apresenta cinco eixos temáticos: Estruturação Produtiva das Cadeias do Extrativismo; Ervas Medicinais, Aromáticas, Condimentares, Azeites e Chás Especiais do Brasil; Roteiros da Sociobiodiversidade; Potencialidades da Agrobiodiversidade Brasileira; e Energias Renováveis para a Agricultura Familiar.

O Bioeconomia Brasil – Sociobiodiversidade é coordenado pela SAF, juntamente com as demais unidades do Mapa, e realizado com o apoio técnico e financeiro de organizações internacionais, fundos e bancos de desenvolvimento, instituições de pesquisa, entidades da sociedade civil, outros órgãos federais, entes federativos e setor empresarial.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo