AgronegócioBrasilDestaqueManchetesNotícias

Agronegócio Notícias – Preços do produtor sofrem uma deflação de 3,33%, aponta Farsul

Os preços dos produtos dos supermercados tiveram uma alta de 4,12% nos últimos 12 meses (IPCA Alimentos), porém não se reflete no campo, já que o produtor teve uma queda de 3,33% no mesmo período. A comparação entre o IPCA e o IIPR (Índice de Inflação dos Preços Recebidos pelo Produtor Rural) mostra que é equivocada a ideia da existência de uma relação direta entre os indicadores. Os dados estão no relatório de Índices de Inflação do Agronegócio do Rio Grande do Sul, divulgados ontem pelo Sistema Farsul.

Em relação ao mês de agosto, a alta da soja, em decorrência da valorização da taxa de câmbio, contribuiu que o IIPR atingisse um crescimento de 2,89%, também influenciado pelo preço do arroz. O resultado só não foi maior devido a queda nos preços dos suínos e do leite. Já o Índice de Inflação dos Custos de Produção (IICP) teve redução pelo terceiro mês consecutivo, fechando com queda de 0,34%, mesmo com a taxa cambial com crescimento próximo de 9%. Neste período, os preços de inseticidas para algumas culturas costumam estar mais acessíveis ao produtor, o que influencia no indicador.

Com a redução nos últimos meses, o IICP acumulado do ano registra queda de 1,50%. Mas, nos últimos 12 meses, o resultado é uma alta de 0,81%, reflexo do final de 2018 que foi marcado pelo aumento dos custos de produção. De janeiro de 2018 até maio de 2019, o IICP vinha obtendo valorização mais rapidamente que o IPCA, situação alterada a partir de junho.

Mostrar mais

# Gil Campos

Gil Campos é Jornalista e Publicitário.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo